Categoria Blog

Le Chevalier: Roteiro de Leitura

Category: Blog

lechevalier_roteiro
Muita gente tem me perguntado sobre o Le Chevalier e a sua utilização em sala de aula, já que se trata de um livro de ficção e história alternativa. Pensando nisso, elaboramos este extenso, maravilhoso, prático e irrepreensível Roteiro de Leitura e Atividades Sugeridas. Sem contraindicações. Recomendado para leitores da quarta e quinta séries em diante, ou para quem quer conversar com os filhos sobre literatura. Ou ambos.

Cuidado! Contém tópicos que podem fazer você pensar. Recomenda-se extrema cautela!

Roteiro disponível para download aqui!

Leia Mais

#Quarta Projeto: O Zoológico de Paris (Le Chevalier)

Category: Blogprojetos

Baseado no sketch apresentado na semana passada, este é mapa mental construído para o zoológico de Paris. Uma cena é, na verdade, uma coletânea de pequenos detalhes que são construídos na cabeça do autor, um amálgama de lembranças de textos, figuras, filmes, hqs, sons, músicas, experiências pessoais e tudo o mais que servir como input. Obviamente, para cenas deste tipo, muita pesquisa é utilizada. Quando decidi que um capítulo inteiro do Le Chevalier II se passaria no Zoológico de Paris, fui pesquisar o que havia sobre os zoológicos de Paris.

Foi aí que descobri que existiu, durante o reinado de Louis XIV o Royal Menagarie, no Palácio de Versalhes. Pesquisando sobre ele, descobri sobre o famoso Rinoceronte… e assim por diante. Como a minha Paris é diferente da Paris rea...

Leia Mais

#Segunda Resenha: Rainha do Inverno

Category: BlogResenhas

rainha_invernoRainha do Inverno - Boris Akunin [ Objetiva (fora do catálogo) ]

Rainha do Inverno é o romance de estreia do escritor russo Boris Akunin, que nos apresenta o misto de detetive/espião/diplomata Fandorin. O livro deu origem a uma série de muito sucesso que foi publicada no Brasil pela Editora Objetiva, mas já saiu de catálogo. Você encontra o título e alguns outros pelos sebos do país. O livro chegou a minhas mãos por um dos meus editores, Artur Vecchi (AVEC).

Para quem gosta de narrativas com algum grau de experimentação, é um prato cheio. A narrativa do nosso amigo Georgiano é diversa da maioria dos autores anglófonos, cuja estrutura “limpa” se tornou coloquial, principalmente em terra brasilis...

Leia Mais

#Quarta Projeto: O Zoológico de Paris (Le Chevalier)

Category: Blogprojetos

O desenho abaixo saiu da minha caderneta de anotações. A maioria das minhas anotações é digital – utilizo o Scrivener para os meus textos e insiro tudo lá -, mas, na fase de projeto, muitas vezes prefiro o papel e lápis. Obviamente, isso se torna mais útil em Worldbuilding. A construção de um mundo é um processo complexo e divertido. Ao mesmo tempo em que você precisa se conectar com a realidade que deseja apresentar, também é necessário exercer a livre criatividade e deixar a imaginação fluir.

Um dos meus projetos atuais é o mundo de Le Chevalier, uma série de livros, contos e HQs (em breve! em breve!) que se passa em uma França alternativa Steampunk...

Leia Mais

#Segunda Resenha: Homem-Formiga

Category: BlogResenhas

antman
E a Marvel conseguiu de novo. Assim como nos outros filmes do Universo Marvel Cinematográfico, Homem-Formiga é um filme pipoca no melhor estilo dos filmes pipoca. Cheio de referências aos quadrinhos e outros filmes do UMC, este é, definitivamente, um filme voltado para um público um pouco mais infantil (afinal, um homem que encolhe e fala com formigas não é, definitivamente, Hamlet). Mas, como todos os filmes da UMC, eles sabem exatamente o que estão fazendo.

A grande sacada da Marvel é, exatamente, não se levar a sério. Afinal, convenhamos, um homem que luta com a ajuda de formigas? Você não quer ganhar o Oscar com isso, quer? Mas dá para ganhar dinheiro, muito dinheiro, fazendo as pessoas rirem e esquecerem dos seus problemas por, pelo menos , duas horas...

Leia Mais

Resenha: Le Chevalier no Experimento 42

Category: Blog

experimento42O Experimento 42 postou uma resenha bacanuda do Le Chevalier e a Exposição Universal. Olha só!

Le Chevalier e a Exposição Universal é um livro introdutório, com ação, investigação e fantasia, que tem tudo para desenvolver-se em uma série memorável.

Leia Mais

Resenha: Le Chevalier no Irmãos Livreiros

Category: Blog

logo_irmaos_livreirosE agora foi a vez dos Irmãos Livreiros comentarem o Le Chevalier e a Exposição Universal. A resenha completa está aqui!

Desde o início do livro até as ultimas páginas, a narrativa é contagiante e prende o leitor até a última página onde tem um desfecho surpreendente! Somente lendo que descobrirão quem é o causador do assassinato, assim como Le Chavalier e seu parceiro Persa fizeram para detê-lo! #ficaadica :)

Leia Mais

Resenha: Le Chevalier no Desbrava(dores) de Livros

Category: Blog

logo_desbravadores
O Marcos de Souza, do site “Desbrava(dores) de Livros” publicou uma resenha muito interessante do Le Chevalier a Exposição Universal. Curtam lá!

Quem acreditava que o Steampunk estava extinto aqui no Brasil se enganou de forma magnânima. A. Z. Cordenonsi mostra que o gênero está vivo e ainda pode gerar excelentes obras e com ambientes variados. Se você não acredita, aperte o cinto, abra a mente e vamos viajar diretamente para Paris, no começo do século XX.

Leia Mais

Resenha: Le Chevalier no Livros em Série

Category: Blog

topoResenha do Le Chevalier e a Exposição Universal no Livros em Série. Quer saber o que eles acharam? Olha só:

Um dos pontos positivos é a descrição do espaço que a história acontece, eu nunca fui a Paris e muito menos vivemos em 1867, mas senti como se tudo o que lia fosse familiar, o cuidado com que o autor detalhou a cidade é digno de todos os aplausos. Não é uma descrição chata, pesada, mas sim uma descrição que te faz sentir exatamente o que o personagem estava vendo, é como se eu tivesse embarcado na aventura junto de Le Chevalier.

 

 

 

 

 

 

 

 

Confira a resenha completa aqui!

Leia Mais

A IV Odisseia de Literatura Fantástica. O que esperar?

Category: Blog

odisseiaivHá quatro anos nascia a Odisseia de Literatura fantástica, projeto de três amigos aficionados pelo gênero, que enxergavam no evento uma forma de reunir fãs, escritores e editores que se dedicavam a nobre arte da literatura de gênero no país. Na época, o sucesso da empreitada só poderia ser considerado uma obra de Ficção Científica, provavelmente pontilhada de sonhos recheados de Horror, enquanto os descrentes vislumbravam apenas uma peça de Fantasia.

Beijinho no ombro, mortais, alienígenas e coelhinhos felpudos.
O evento não só foi um sucesso como rapidamente se consolidou como o principal encontro entre quem faz, quer fazer ou vive de e para a literatura fantástica em terra Brasilis.

A minha jornada pessoal no evento acompanhou o meu crescimento como autor...

Leia Mais